Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Email

Planejamento Previdenciário

O Planejamento Previdenciário é um estudo do seu histórico de contribuição perante o INSS, onde será possível identificar o melhor momento para requerer sua aposentadoria com o que você considerar ser o melhor benefício.

Elaborado por um de nossos advogados especialistas, com o planejamento será possível analisar, corrigir e projetar todas as suas contribuições, considerando todas as possibilidades para o alcance do melhor benefício.

O valor da aposentadoria é um reflexo de sua vida contributiva junto ao INSS, por isso é importante planejar com antecedência, pois só assim será possível traçar a melhor estratégia rumo ao melhor benefício.

No planejamento será analisado:

  • Todos os seus vínculos contributivos (empregos/profissões);
  • As datas desses vínculos para cálculo do tempo de contribuição e da carência;
  • O valor de todas as suas remunerações e contribuições para cálculo dos possíveis benefícios;
  • Divergências ou inconsistências no seu extrato CNIS; e
  • Possíveis atividades especiais.

Com a análise de todas essas informações, identificará se o valor de suas contribuições está correto, se há necessidade de mais documentos para comprovação de período especial, entre outras informações importantes para garantia de uma aposentadoria tranquila.

QUAL A DIFERENÇA ENTRE CÁLCULO PREVIDENCIÁRIO, Analise previdenciária e PLANEJAMENTO PREVIDENCIÁRIO?

O cálculo previdenciário somente verifica o tempo de contribuição atual, a idade e a carência, verificando se segurado já possui direito à aposentadoria. E, caso ainda não tenha tempo, em quanto tempo irá cumprir todos os requisitos exigidos. Ou seja, o cálculo verifica somente o presente, sem projeções de contribuições futuras.

Na análise previdenciária é observado apenas os dados que estão no CNIS. Para saber o tempo de contribuição e o valor do benefício. O próprio site Meu INSS faz isso.

No planejamento previdenciário a análise é mais profunda, irá considerar:

  • Todas as contribuições passadas;
  • Sua realidade presente;
  • Fará projeções de aposentadorias e benefícios futuros;
  • Será analisado se o tempo de contribuição que está no CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais), confere com todos os vínculos da sua CTPS (Carteira de Trabalho da Previdência Social) e as contribuições através de Guia de Recolhimento da Previdência Social;
  • Será verificada a situação dos seus recolhimentos para possível regularização em caso de pendencias (pagamentos em atraso);
  • Se há necessidade de comprovação documental de períodos especiais, como o PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário).

O Planejamento tem por objetivo lhe mostrar os caminhos para que possa conseguir o benefício previdenciário que considera ser o melhor.

No Planejamento será analisado todos os seus direitos antes e depois da reforma, e se enquadra em alguma das regras de transição.

Não bastasse também se realizará análise dos benefícios não programáveis, tais como: Auxílio-doença, Auxílio- acidente e pensão por morte.

Ao final de toda análise, será elaborado um relatório onde constam todas as possibilidades de aposentadoria, com cálculos, gráficos e parecer do advogado, assim será fácil entender seus direitos para que possa tomar a melhor decisão possível.

Quem pode solicitar a realização de um planejamento previdenciário?

Qualquer pessoa, que já contribuiu ou ainda contribui ao INSS. Até quem já está aposentado pode solicitar o planejamento previdenciário, mas para este caso o mesmo será utilizado para verificação de possível revisão de benefício.

O planejamento é indicado para quem possui:

  • Vários vínculos empregatícios – Pois como são muitos vínculos é possível que algum deles contenha informações erradas ou até mesmo não conste no CNIS. Quanto mais vínculos tiver, mais documentos comprobatórios serão necessários;
  • Contribuintes individuais e facultativos – Quem paga ou já pagou INSS por conta própria, sabe que são responsáveis por sua própria contribuição, neste caso quanto antes fizer o planejamento melhor, pois será possível prever o valor de seu benefício futuro, analisando as melhores e mais vantajosas formas de contribuir. Pois caso o pagamento ocorra de forma errônea o INSS pode descartar essa contribuição;
  • Os não contribuintes que tem interesse em se aposentar pelo INSS;
  • Exercem ou já exerceram alguma atividade especial (contato com as gentes químicos, físicos, biológicos ou com riscos à vida ou à saúde);
  • Quem já foi, ou ainda é Servidor público;
  • Quem possui contribuições em atraso;
  • Para quem tem dúvidas de como e quanto contribuir;

Planejamento previdenciário com foco em concessão de benefício de aposentadoria

Neste caso será analisado todas as contribuições passadas, onde será verificado se existe alguma contribuição atrasada e a possibilidade de regularização, confronto do CNIS com a CTPS e carnês de contribuição individual, para garantia de que todas os registro e pagamentos estão no CNIS, cálculo do tempo de contribuição, análise de períodos especiais que não estejam sendo computados corretamente, necessidade de documentos para comprovação do período especial,  simulação das possíveis aposentadorias levando em conta as regras antigas e pós reforma da previdência.

Assim será possível definir uma espécie de aposentadoria mais vantajosa antes de solicitar o requerimento do benefício.

Por qual motivo se deve realizar um planejamento previdenciário?

Com o planejamento é possível levantar todas as possibilidades de aposentadoria para seu caso, também é possível a verificação e correção de documentos para que consiga um benefício mais vantajoso.

Após a análise de seus dados será possível verificar todo período em atividade especial e se será necessário documento comprobatório, caso já tenha o PPP (Perfil Profissiográfico Previdenciário) também é possível a correção do mesmo, para tempo em atividade rural, será analisado se a documentação é suficiente se não for, lhe será orientado quais os outros documentos que servem para comprovação,  pode-se também verificar a possibilidade de averbação de tempo, reclamatória trabalhista, será realizado a contagem de tempo de serviço, o cálculo da Renda Mensal Inicial (RMI),.

Caso ainda falte algum tempo para se aposentar será projetado seu investimento futuro e o seu retorno, levando em consideração a expectativa de sobrevida.

Como é realizado um planejamento previdenciário?

O Planejamento previdenciário é realizado por um especialista em direito previdenciário, onde será analisado todo o histórico de vida contributiva do cliente.

Então se você tem dúvidas quanto aos seus direitos previdenciários, sobre quanto e quando poderá se aposentar e ainda quer melhorar o valor de sua futura aposentadoria, o Planejamento Previdenciário é pra você!

Converse com um de nossos especialistas.

Compartilhe agora:

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Email

Pesquise aqui

Notícias Relacionadas

últimas Postagens

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência no nosso site.

Abrir chat
Precisando de ajuda?
Atendimento Soeli Ingracio Advocacia
Olá!
Como posso ajudá-lo?